juiza

20 jan Nota de Solidariedade à desembargadora Kenarik Boujikian

Manifestamos irrestrita solidariedade à desembargadora do Tribunal de Justiça de São Paulo e cofundadora e ex-Presidente da Associação de Juízes para a Democracia, Kenarik Boujikian, que está sendo alvo de um injusto processo administrativo disciplinar por ter expedido alvarás de soltura de dez réus que estavam presos preventivamente há mais tempo do que a pena fixada em suas sentenças. Kenarik é exemplo de magistrada comprometida com os direitos humanos e com a luta contra a expansão do Estado Penal, motivo pelo qual nos colocamos na torcida para que tão despropositado processo disciplinar se mostre infrutífero.

Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2016.

Mais informações em: http://www.conjur.com.br/2016-jan-13/soltar-preso-cumpriu-pena-nao-viola-colegialidade-parecer

No Comments

Deixe uma resposta